IBGE abre processo seletivo para 2,6 mil vagas para o Censo 2020

São 1.343 vagas para coordenador censitário subárea e 1.315 vagas para agente censitário operacional; salários chegam a R$ 3,1 mil.

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu processo seletivo simplificado para 2.658 vagas de nível médio. São 1.343 vagas para coordenador censitário subárea (nível superior) e 1.315 vagas para agente censitário operacional (nível médio), distribuídas pelas 27 unidades da Federação. Os salários são de R$ 3.100 para coordenador e de R$ 1.700 para agente.

O IBGE inicialmente divulgou na quarta (25) que as vagas seriam todas para profissionais de nível médio. Posteriormente, no entanto, o edital foi corrigido para informar que as vagas de coordenador censitário subárea exigem nível superior em qualquer área do conhecimento.

No entanto, na quinta-feira (26), o IBGE voltou atrás e informou que, “após consultar as Unidades Estatuais do instituto, reconheceu que o mais adequado para a execução do Plano de Trabalho do CENSO 2020 é manter a Função de Coordenador Censitário Subárea (CCS) com formação “Ensino Médio completo”, conforme estava previsto no Edital 03/2019, publicado no DOU de 25/9/19″.

Os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter ainda Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B.

O coordenador exerce atividade de natureza técnica em um conjunto de municípios, por isso, ele precisa ter carteira de habilitação para o deslocamento. Já o agente censitário operacional desempenha a função de suporte administrativo e de informática para as equipes das unidades estaduais (veja mais informações abaixo).

O edital prevê reserva de 5% das vagas para pessoas com deficiência (PcD) e de 20% para pessoas pretas ou pardas (PPP).

As 1.343 vagas para coordenador estão distribuídas por todos os estados, em diversos municípios. Já as 1.315 vagas para agente estão distribuídas entre as 27 capitais.

O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais.

As inscrições devem ser feitas de 25 de setembro a 15 de outubro pelo site https://fgvprojetos.fgv.br/concursos/ibgepss2019. As taxas são de R$ 42,50 para agente e de R$ 58 para coordenador.

As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas nos 1.031 municípios onde são oferecidas vagas para coordenador censitário.

Para ambas as funções, as provas terão 60 questões objetivas, divididas em dois módulos, de conhecimentos básicos e específicos. O módulo básico tem três disciplinas: língua portuguesa, raciocínio lógico quantitativo e ética no serviço público. Já o módulo de conhecimentos específicos tem a disciplina de noções de administração e situações gerenciais para a função de coordenador e as disciplinas de noções de informática e noções de administração para a função de agente.

O resultado final está previsto para o dia 10 de janeiro de 2020.

.

.

.


https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2019/09/25/ibge-abre-selecao-para-26-mil-vagas-de-nivel-medio-para-o-censo-2020.ghtml
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp