Prefeitura publica edital do processo seletivo com 250 vagas para agente de Educação Infantil

A Prefeitura de Campinas publicou nesta quinta-feira, 14 de novembro, o edital de abertura do processo seletivo emergencial para contratação temporária de 250 agentes de educação infantil. O documento pode ser consultado na versão online Diário Oficial, disponível no http://www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/ ou na página da Vunesp (http://www.vunesp.com.br/).
As inscrições terão início às 8 horas desta segunda-feira, 18 de novembro, e poderão ser feitas até as 14 horas, de 27 de novembro, exclusivamente pela internet, no site da Vunesp. A taxa de inscrição será de R$ 20,00.
Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter ensino médio completo. Os contratados receberão um salário de R$ 2.264,99, além do auxílio alimentação de R$ 1.041,51 e do vale transporte, oferecido nos mesmos moldes do que os servidores da Prefeitura recebem.
Como é uma seleção simplificada e emergencial, haverá apenas prova de títulos, de caráter classificatório. Serão considerados títulos documentos que comprovem cursos relacionados à função e realizados nos últimos 5 anos e experiência profissional dos últimos 10 anos, na área de educação infantil. Os títulos deverão ser digitalizados e encaminhados para a Vunesp.
“Os candidatos encontrarão todas as informações no edital. O documento traz uma tabela com a explicação de como será a distribuição dos pontos e como os participantes serão pontuados e classificados”, explicou Juliana Miorin, coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção.
Ainda segundo Juliana, os candidatos devem ficar atentos ao prazo de inscrições. “Teremos um período curto de inscrições e elas serão feitas exclusivamente pela internet. O candidato que tiver interesse na vaga já deve separar os documentos necessários, os certificados e tudo mais que for necessário para efetivar a inscrição”, completou.
A previsão da Prefeitura é que os agentes estejam atuando no início do ano letivo.
A seleção
A seleção dos candidatos será feita por meio de um processo seletivo simplificado, que contará apenas com prova de títulos. Ou seja, certificados de cursos e experiência profissional. Ambos têm que ser relacionados com a função de agente de educação infantil.
A partir da apresentação dos títulos, será feita uma análise da documentação e, com base na pontuação obtida, os candidatos serão classificados. Para esse processo seletivo, serão selecionados, no máximo, quatro mil candidatos, que poderão ser chamados durante a validade do edital, de acordo com a necessidade do serviço público, enquanto a Prefeitura realiza o concurso público para o mesmo cargo.
Para quem for apresentar títulos referentes a cursos, estes devem ter sido feitos nos últimos cinco anos. Não serão considerados os cursos equivalentes a ensino médico, magistério, graduação ou pós-graduação. Os cursos deverão ter carga mínima de 40 horas. Caso o candidato apresente mais de um certificado, será considerado o de maior carga horária.
No caso dos títulos de experiência profissional, o candidato deve ter exercido a função nos últimos 10 anos. Títulos anteriores a este período não serão aceitos. Somente serão aceitos títulos de experiência profissional de, no mínimo, um ano ininterrupto de trabalho no mesmo empregador.
Como nos títulos de formação, no caso da experiência profissional também só será aceito um título.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp